Arquivo da tag: sustentabilidade

1° Congresso Nacional de Eficiência em Edifícios

Começa hoje o ​1° Congresso Nacional de Eficiência em Edifícios, congresso online e gratuito que tem como objetivo elevar a eficiência das etapas de projeto e construção, desde os estudos iniciais de viabilidade até a conclusão dos Edifícios.

Serão ao todo 27 palestras oferecidas por profissionais renomados, tanto nacionais, quanto internacionais, entre os dias 23 e 29 de fevereiro.

As palestras de hoje são:

23 fev. 11:00- Cerimônia de Abertura do CONEFEC

23 fev. 15:00- Ricardo Grassia – Como Atingir a Eficiência Projetual e Construtiva Através de Soluções Integradas de Engenharia
Gerenciamento de projetos

23 fev. 17:00- Peter Krebs (EUA) – Conquistando Sustentabilidade com Praticidade pela Computação na Nuvem
Análise energética por meio do software Sefaira

23 fev. 20:00- Fausto Sabino – Como Gerar Eficiência por meio da Produtividade no Canteiro de Obras
Produtividade no Canteiro de Obras

Inscreva-se e acompanhe as palestras através do site http://www.conefec.com.br/ e https://calendar.google.com/calendar/embed?src=conefec.com.br_e6mb8fhobh5626uq1pjrmi8b94%40group.calendar.google.com&ctz=America/Sao_Paulo

ProjetEEE

Edificações eficientes necessitam de estratégias bioclimáticas de baixo consumo energético e alto conforto térmico para o usuário. Uma ferramente criada pela UFSC, o ProjetEEE, apresenta dados climáticos e estratégias bioclimáticas mais adequadas a edificações residenciais, para mais de 400 cidades brasileiras, auxiliando a concepção do projeto arquitetônico em sua fase inicial.

A ferramenta permite:

  • identificar as características climáticas na cidade do projeto,
  • avaliar as estratégias bioclimáticas mais apropriadas à edificação,
  • projetar edificações mais eficientes,
  • obter um melhor conforto térmico interno para o usuário,
  • identificar a correta aplicação das diferentes estratégias bioclimáticas,
  • conhecer os componentes construtivos mais apropriados para sua edificação.

Para acessar a ferramente, visite www.projeteee.ufsc.br ou www.p3e.ufsc.br

Digite o nome da cidade do projeto no campo central da página:

projeteee-01

Continue lendo ProjetEEE

Primeira residência certificada LEED For Homes do Brasil

leed-homesPude presenciar a entrega dessa primeira certificação LEED Homes do Brasil, na Expo Arquitetura  Sustentável.

A certificação foi alcançada em uma residência em Campinas, interior do estado de São Paulo, que foi projetada pela arquiteta Teresa d’Ávila e construída por LCP Engenharia & Construções.

Para certificar uma residência pelo LEED Homes é necessário cumprir 18 pré-requisitos, dentre eles:
– Implantar um plano de prevenção da poluição oriundas das atividades da construção;

Continue lendo Primeira residência certificada LEED For Homes do Brasil

Sustentabilidade na prática na Expo Arquitetura

Acaba de acontecer a Expo Arquitetura Sustentável em São Paulo. Foram 3 dias de palestras e feira expondo as novas tecnologias disponíveis para projetos e obras sustentáveis. Eu estive por lá durantes os 3 dias e voltei ainda mais apaixonada por arquitetura. É muito legal ver a quantidade de profissionais que agregaram os valores da sustentabilidade de forma definitiva em seus trabalhos. É um caminho que não tem mais volta! E é um caminho muito bonito que valoriza a natureza, as pessoas e o investimento financeiro que fazemos no projeto e na obra.

Dentre outros, um estande me chamou muita atenção por colocar em prática várias premissas sustentáveis e chamar a atenção especial para elas. O estande foi projetado pela arquiteta paisagista Daniela Sedo. Não tenho o objetivo de fazer propaganda para nenhuma empresa, vou apenas mostrar o que me chamou atenção no projeto do estande da Daniela:

Visão geral do estande projetado por Daniela Sedo:

expo-arq-01-1

Logo na entrada um adesivo nos chama atenção para o uso de materiais nobres por um curto período de tempo. Esses materiais às vezes adaptados a medidas de um projeto não pode ser reaproveitado em outro:

expo-arq-02-1

Continue lendo Sustentabilidade na prática na Expo Arquitetura

Cartas solares das capitais brasileiras

Pesquisando sobre conforto térmico, encontrei um material muito interessante do Laboratório de Conforto Ambiental e Eficiência Energética no Ambiente Construído da Universidade Federal de Minas Gerais, LABCON-UFMG: são as cartas solares de cada capital brasileira (com excessão de Boa vista, Palmas e Natal) com dados de 1961 a 1990.
cartas-solares-legenda

As temperaturas neutras (Tn) fornecem variações acima das quais a insolação deve ou não ser bloqueada, dadas em número de graus acima da Tn (Tn+2, Tn+3…), e abaixo das quais a insolação deve ser permitida, dados em graus abaixo da Tn (Tn-6, Tn-7, Tn-8…)

carta-solar-RJ-300x300-explicativa

Veja o material com a explicação completa e com outras cidades brasileiras em
http://www.pbeedifica.com.br/sites/default/files/projetos/etiquetagem/residencial/downloads/Anexo1RTQ-R.pdf

Região Norte

AC – Rio Branco – Latitude: 9,58° Sul – Zona Bioclimática: 8

carta-solar-AC

Continue lendo Cartas solares das capitais brasileiras

Download: Qualidade e sustentabilidade do ambiente construído: legislação, gestão pública e projetos

A Edições Câmara lançou o livro Qualidade e Sustentabilidade do Ambiente Construído: Legislação, Gestão Pública e Projetos. A publicação é organizada por Fabiano José Arcadio Sobreira, Roseli Senna Ganem e Suely Mara Vaz Guimarães de Araújo e reúne artigos agrupados em dois grandes temas: (1) Legislação Urbana e Ambiental e (2) Qualidade da Arquitetura e dos Espaços Públicos, com enfoque nos concursos de projeto.

Artigo :: Procel Info :: Prédios projetados em meados do século XX garantiam economia de energia

folhaTrecho do artigo publicado no site do Procel Info em 14/04/2014 com o título “Prédios projetados em meados do século XX garantiam economia de energia”:

“Áreas centrais que muitas vezes guardam pedaços importantes de nossa história, como os centros do Rio e de São Luiz, no Maranhão, passaram por um processo de abandono que afastou a população desses locais. A melhor cidade é a que tem misto de usos em todos os bairros.”

Leia completo em http://www.procelinfo.com.br/main.asp?ViewID=%7BF5EAADD6-CCB0-4E29-A0C4-482D3D66BB65%7D&params=itemID=%7B99F3596B-A8C8-41B9-A1A2-094FA40C54F3%7D;&UIPartUID=%7BD90F22DB-05D4-4644-A8F2-FAD4803C8898%7D

Artigo do site Procel Info: Eficiência Luminosa e Energética

Como esse assunto é muito interessante e urgente, publico um resumo de um excelente artigo do site Procel Info sobre Eficiência Luminosa e Energética. No fim do resumo está o link para o artigo completo.

Eficiência (ou rendimento) luminosa é um parâmetro que indica quão eficientemente uma fonte luminosa converte a energia que recebe (por exemplo, energia elétrica) em luz. Ela relaciona o fluxo luminoso (em lúmens) emitido pela fonte em relação à potência despendida para alimentá-la (normalmente medida em watts).
Alguns dos fatores que determinarão o quanto determinado ponto será iluminado são:
– o formato da lâmpada (…)
– o tipo de luminária (…)
– (…) a tecnologia utilizada na confecção das lâmpadas.

Para a iluminação doméstica e corporativa há essencialmente três tipos delas:
– a tradicional incandescente (cuja produção vai sendo gradativamente proibida mundo afora)
– as fluorescentes de geração mais moderna (compactas e as tubulares T5)
– as lâmpadas a LED

E eficiência luminosa de uma lâmpadas baseadas em LED chega a três ou quatro vezes a da lâmpada fluorescente e sua vida útil também é bem maior. (…) O custo inicial ainda é elevado mas tem caído conforme se massifica a produção

(…)Embora o retorno sobre investimento em residências não seja algo tão simples de se calcular(…), há um ganho perceptível pelo fato de que as lâmpadas a LED não provocam aquecimento do ambiente de maneira tão intensa quanto as lâmpadas incandescentes ou fluorescentes, pois o calor produzido pelo LED não está na luz emitida, mas apenas no corpo da lâmpada. E menor aquecimento do ambiente reflete-se também em maior eficiência energética.

Leia completo em http://www.procelinfo.com.br/main.asp?ViewID=%7BF5EAADD6-CCB0-4E29-A0C4-482D3D66BB65%7D&params=itemID=%7BB4C87E7B-2FC6-44A1-8615-B6F06690B8BA%7D;&UIPartUID=%7BD90F22DB-05D4-4644-A8F2-FAD4803C8898%7D

Arquitetura do Aço e Sustentabilidade

Acabei de assistir a palestra do arquiteto Siegbert Zanettini na E-contrumarket. Nota 10! Quem não assistiu, vale a pena esperar disponibilizarem o link e não deixar de assistir!

Fiquem de olho em http://www.aecweb.com.br/webseminarios/arquitetura-construcao-sustentavel/2-ciclo/programacao.asp

Amanhã às 16hs tem A sustentabilidade sob a ótica do urbanismo com a arquiteta Adriana Levisky.

Estou apaixonada por esse formato de palestra. Pode-se assistir ao vivo de qualquer lugar! E se você perder a palestra, pode assistir depois! Indico!!! :)




Nova usina solar nos Estados Unidos tem capacidade para abastecer 140 mil casas

usinasolarComeça a operar a maior usina solar do mundo, com 300.000 placas e investimento total de 1.6 bilhão de dólares. O empreendimento terá capacidade de gerar 392 megawatts de energia e alimentará 140 mil casas. Com isso, uma redução de 400 mil toneladas métricas nas emissões de CO2 é esperada por ano e segundo o governo americano o investimento está previsto para ser totalmente pago em 30 anos.

A usina pertence às empresas NRG Energy, BrightSource Energy e Google e está localizada em uma área de 13 km². As placas possuem 2 m de altura e 3 m de largura. A capacidade do complexo é quatro vezes maior do que a usina de Shams 1, nos Emirados Árabes, que era a maior do mundo.

Leia mais em Com 300.000 placas, começa a operar a maior usina solar do mundo | Infraestrutura Urbana.