Arquivo da tag: educação

“Agora que você prestou atenção, respeite a faixa!”

Amanhã, entre 9h e 16h, trinta artistas vão grafitar 30 faixas de pedestres espalhadas pelas zonas Sul, Norte e Oeste, além do Centro da cidade do Rio de Janeiro. O evento tem por objetivo chamar a atenção, de forma criativa e lúdica, dos pedestres sobre a importância de se atravessar na faixa e dos motoristas em respeitar a sinalização. Os desenhos ficarão expostos por 90 dias nas ruas. Todas as artes irão conter a assinatura da campanha ‘Agora que você prestou atenção, respeite a faixa’.

O evento está sendo organizado pela Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), em parceria com o movimento Rio Eu Amo Eu Cuido e com a Concessionária Porto Novo.

3
Faixa pintada em Curitiba em 2010, em uma edição anterior do Arte na Faixa. (http://blogs.mundolivrefm.com.br/bebel/page/1137/)

Veja a notícia completa e os bairros do evento em http://www.rio.rj.gov.br/web/smtr/exibeconteudo?id=4382318

3º Forum Internacional da Mobilidade por Bicicleta

A Prefeitura do Rio de Janeiro e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente estão organizando nesse fim de semana e na segunda-feira dia 23 de setembro, aqui no Rio de Janeiro, o 3º Forum Internacional da Mobilidade por Bicicleta.

Inscrições aqui: http://www.bicirio.com.br/site/inscric-form

Veja abaixo o folder do evento:

bicirio

bicirio-einstein-bici

Ranking Universitário da Folha de São Paulo 2013

A Folha divulgou em seu site o segundo Ranking Universitário da Folha (RUF), que classifica 192 instituições de ensino superior do país em avaliações de pesquisa, inovação, internacionalização, ensino e mercado.

Como na primeira edição, o primeiro lugar do ranking geral é da Universidade de São Paulo (USP). Em seguida aparece a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), depois Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), depois Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e em quinto lugar, a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

A USP também recebeu o primeiro lugar em pesquisa, mercado e inovação. O primeiro lugar em ensino ficou com a UFRGS e o primeiro lugar em Internacionalização foi para a Fundação Universidade Federal do Abc (UFABC), instituição também de São Paulo.

Veja os rankings completos em http://ruf.folha.uol.com.br/2013/rankinguniversitariofolha/

No curso de Arquitetura e Urbanismo, três instituições dividiram o primeiro lugar pela avaliação de mercado: USP, MACKENZIE e UFRJ. Pela avaliação de ensino, a (UFRGS) ficou com o primeiro, a USP com o segundo e a UFRJ com o terceiro lugar.

No Rio de Janeiro, a avaliação de mercado de trabalho das instituições de Arquitetura e Urbanismo foi:

Ranking 2013Nome da UniversidadeUFPública/PrivadaIndicador Mercado Trabalho
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)RJ pública100
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO)RJ privada94.44
Universidade Gama Filho (UGF)RJ privada94.44
21ºUniversidade Federal Fluminense (UFF)RJ pública62.96
21ºCentro Universitário Metodista Bennett (BENNETT)RJ privada62.96

Veja completo em: http://ruf.folha.uol.com.br/2013/rankingdecursos/arquiteturaeurbanismo/avaliacao_de_mercado.shtml

 

e a avaliação de ensino foi:

Ranking 2013Nome da universidadeUFPública/PrivadaNota Enade
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)RJ  pública90º
34ºUniversidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)RJ  pública112º
40ºPontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO)RJ privada48º
44ºUniversidade Federal Fluminense (UFF)RJ  pública
47ºCentro Universitário Plínio Leite (UNIPLI)RJ privada157º
61ºCentro Universitário Metodista Bennett (BENNETT)RJ privada89º
87ºFaculdade Redentor (FACREDENTOR)RJ privada
101ºInstituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense (IF Fluminense)RJ  pública16º
112ºCentro Universitário Augusto Motta (UNISUAM)RJ privada129º
118ºCentro Universitário Geraldo Di Biase (UGB)RJ privada110º
122ºUniversidade Estácio de Sá (UNESA)RJ privada117º
127ºUniversidade Gama Filho (UGF)RJ privada159º
164ºInstituto Tecnológico e Das Ciências Sociais Aplicadas e da Saúde do Centro Educ. N. Srª Auxiliadora (ITCSAS/CENSA)RJ privada150º
178ºCentro Universitário Fluminense (UNIFLU)RJ privada162º
204ºUniversidade Santa Úrsula (USU)RJ privada152º

Veja completo em: http://ruf.folha.uol.com.br/2013/rankingdecursos/arquiteturaeurbanismo/avaliacao_de_ensino.shtml#state=rj

:::::::

Divulgação de conteúdo autorizado pela Folha de São Paulo

Protocolo permite reconhecer cursos de Arquitetura e Engenharia portugueses no Brasil

brA presidente Dilma Rousseff e o presidente de Portugal, Cavaco Silva, assinaram na última segunda-feira, 10 de junho, um acordo de cooperação entre Brasil e Portugal para agilizar a implantação de mecanismos de reconhecimento de diplomas de arquitetura e engenharia entre os dois países.

Pelo protocolo, 16 universidades portuguesas e 12 universidades brasileiras vão participar do processo de reconhecimento, revalidação e equivalência das habilitações superiores.

O site do AsBEA cita o ministro da Educação brasileiro, Aloizio Marcadante: “o mercado brasileiro precisa de dezenas de milhar de engenheiros e arquitetos. A engenharia e a arquitetura portuguesas têm capacidade para responder a este desafio”.

Leia notícia completa em:

http://www.asbea.org.br/escritorios-arquitetura/noticias/protocolo-permite-reconhecer-cursos-de-arquitetura-e-engenharia-portugueses-no-290728-1.asp

http://www.piniweb.com.br/construcao/carreira-exercicio-profissional-entidades/brasil-e-portugal-assinam-novo-acordo-para-agilizar-reconhecimento-mutuo-290770-1.asp

Artigos relacionados aqui no Arquilog:
Confea discute a entrada de profissionais estrangeiros no mercado de trabalho brasileiro

CAU/RJ propõe o aperfeiçoamento do ensino de arquitetura e urbanismo

CAU/RJ vai debater a urbanização do Centro

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ) vai promover a mesa-redonda sobre “ALTERAÇÃO VIÁRIA NO CENTRO DO RIO E SEUS IMPACTOS URBANÍSTICOS”. 

Serão discutidos os projetos de intervenção urbana para o Centro do Rio, como o Porto Maravilha, o fechamento Av. Rio Branco, implantação do VLT, Transbrasil, entre outros, com foco nos aspectos de mobilidade, transporte, trânsito e qualidade ambiental e urbana. O evento terá como palestrante o Conselheiro Carlos Fernando Andrade.

Quando: 30 de abril às 14:00hs

Onde: na sede do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro, Rua Evaristo da Veiga, 55/21º – Centro.

Inscrições abertas através de email inscricao@caurj.org.br, vagas limitadas.

Veja a notícia em http://www.caurj.org.br/?p=5687

Nota do dia 08/05/13:

Estive presente no evento. O debate iniciou com a palestra do conselheiro do CAU/RJ, Carlos Fernando de Souza Leão Andrade, que alertou sobre a necessidade dos Arquitetos de conhecer e discutir os projetos aprovados para  execução do BRT, do fechamento da Avenida Rio Branco e dos projetos para o porto. Para ele, a comunidade de arquitetos, através de suas inúmeras entidades deve conhecer e fazer parte das decisões das alterações da cidade.

O presidente do CAU/RJ, Sydnei Menezes, se comprometeu a enviar ofícios para a Prefeitura da cidade para que os projetos sejam apresentados e possam ser debatidos pelos profissionais da área. Todos os arquitetos presentes no debate concordaram com a iniciativa do CAU RJ.

Sydnei Menezes também se comprometeu através de nota publicada no site do CAU/RJ, a fazer novas convocações dos profissionais para discussões de temas para a cidade. Fiquem atentos!

Veja nota do CAU em http://www.caurj.org.br/?p=6056

 

CAU/RJ propõe o aperfeiçoamento do ensino de arquitetura e urbanismo

Segundo o CAU/RJ para que o arquiteto esteja apto ao exercicio pleno das atribuições estabelecidas pela Lei nº 12.378, de 31/12/2010, artigo 2º e a Resolução nº 21 de 5/4/2012 do CAU-BR, é necessário que as Universidades reformulem seu ensino de Arquitetura e Urbanismo tanto na graduação quanto nas especializações, com um expressivo aumento de carga horária principalmente nas cadeiras de sistemas construtivos, instalações e tecnologias na construção civil.

Leia completo em http://www.caurj.org.br/?p=5531

MBA’s Sustentabilidade :: Rio de Janeiro

Se você como eu está procurando um MBA em Construções Sustentáveis aqui no Rio de Janeiro, veja a tabela abaixo:

GBCPUC RioUFRJ
Nome do CursoMBA em Construções SustentáveisSustentabilidade no Projeto: Design, Arquitetura e UrbanismoMBE de Economia e Gestão da Sustentabilidade com ênfase em Construção Civil
 Início26/04/1319/03/1310/04/13
 LocalCentroGáveaPraia Vermelha
 Carga horária480 horas360 horas360 horas
 Aulasum final de semana por mês:

sexta

13:00 ás 22:00

sábado

8:00 às 17:00

durante 22 meses (24 meses) *

Terças e Quintas

19:20 às 22:20

nove sábados

09:30 às 16:30

Obs: nos meses de março e abril de 2013, excepcionalmente, haverá também aulas às quartas, das 19:20 às 22:20 horas

durante 18 meses

Segundas e Quartas

18:30 às 21:30

durante 18 meses

Valor22 x R$690,00 = R$15.180,00

25 x R$755,00 + R$300,00 = R$19.175,00 *

18 x R$696,00 + R$50,00 = R$12.578,0018 x R$656,00 + R$250,00 = R$12.058,00

Essas informações estão disponíveis nos sites das instituições, apenas foram compiladas na tabela comparativa. Clique no nome do curso para acessar o respectivo site e ter acesso às informações completas e atualizadas.

Gostaria muito de receber comentário de alguém que já vez algum desses cursos!

* Informações editadas em 03/04/13 de acordo com informações da secretaria.

Notas do MEC das instituições de ensino de Arquitetura e Urbanismo

Em 06 de dezembro de 2012, o MEC divulgou os resultados da avaliação da qualidade das instituições de ensino superior do país: CPC (conceito preliminar de curso) que se refere aos cursos de graduação e IGC (índice geral de cursos) que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado).

 Continue lendo

Falando em estudar…

… estou aprendendo alemão no duolingo.com.

Eu sou neta de alemães e com esse bonito sobrenome “Fischer” sempre fui questionada se sabia falar alemão. E apesar de ter ouvido alemão durante uma parte da minha infância, da língua eu só sabia contar de 1 a 7. Meus avós moravam no interior de Minas e eu no Rio de Janeiro, o contato não era muito grande. Mas, importante dizer que com a minha avó alemã, eu aprendi a fazer crochê e que volta e meia eu tô crochetando alguma coisa, sempre pensando nela.

Já que estou em reminiscências, lembro de um momento histórico da minha vida onde presenciei meu avô materno, nascido na Alemanha e meu avô paterno, um carioca, firme estudioso da língua inglesa e da língua alemã, conversando em alemão na cozinha da minha tia Irene. Esse dia está marcado a ferro e fogo na minha lembrança… ah se existissem máquinas do tempo!

Bom, voltando ao assunto do post, outro dia vendo uma comédia romântica alemã, juntou tudo isso na minha cabeça e falei  com meu marido (que é descendente de Japoneses): – Vamos aprender alemão? Ele me olhou meio perdido, aí eu falei: Um dia… pode ser daqui a 10 anos, 20 anos, não importa… vamos aprender alemão? Ele considerou um pouco e concordou, seguro que 10 anos é muito tempo.

Apenas algumas semanas depois ele mesmo me enviou o endereço de um site que prometia ensinar línguas de graça e lá estava o alemão! 10 anos que nada… comecei naquele dia mesmo!!! E aqui estou eu (e meu marido também)… estudando alemão! Segundo o site, eu já aprendi 123 palavras… e contando!

duolingo.com