Protocolo permite reconhecer cursos de Arquitetura e Engenharia portugueses no Brasil

brA presidente Dilma Rousseff e o presidente de Portugal, Cavaco Silva, assinaram na última segunda-feira, 10 de junho, um acordo de cooperação entre Brasil e Portugal para agilizar a implantação de mecanismos de reconhecimento de diplomas de arquitetura e engenharia entre os dois países.

Pelo protocolo, 16 universidades portuguesas e 12 universidades brasileiras vão participar do processo de reconhecimento, revalidação e equivalência das habilitações superiores.

O site do AsBEA cita o ministro da Educação brasileiro, Aloizio Marcadante: “o mercado brasileiro precisa de dezenas de milhar de engenheiros e arquitetos. A engenharia e a arquitetura portuguesas têm capacidade para responder a este desafio”.

Leia notícia completa em:

http://www.asbea.org.br/escritorios-arquitetura/noticias/protocolo-permite-reconhecer-cursos-de-arquitetura-e-engenharia-portugueses-no-290728-1.asp

http://www.piniweb.com.br/construcao/carreira-exercicio-profissional-entidades/brasil-e-portugal-assinam-novo-acordo-para-agilizar-reconhecimento-mutuo-290770-1.asp

Artigos relacionados aqui no Arquilog:
Confea discute a entrada de profissionais estrangeiros no mercado de trabalho brasileiro

CAU/RJ propõe o aperfeiçoamento do ensino de arquitetura e urbanismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *