Curso de Imersão em Paisagismo 2 no Sítio Roberto Burle Marx

No dia 19/08/2017 estive presente no sítio Roberto Burle Marx para mais um dia de aprendizado através do olhar de mais de 100 anos de experiência em paisagismo da família Cânovas.

No decorrer das seis aulas e do passeio pelo Sítio Roberto Burle Marx, foram tratados assuntos como as novas tendências do setor e a inspiração de Roberto Burle Marx através das espécies que ele utilizava de forma dinâmica e intensiva, com dados e informações pouco divulgados.

PROGRAMAÇÃO
1ª aula: Árvores de porte baixo para calçadas e estacionamentos. Como conter a erosão em taludes;
2ª aula: Espécies altas e de formato colunar para dissimular vistas desagradáveis dando privacidade;
3ª aula: Espécies com folhas pigmentadas, para colorir o jardim. Flores que atraem borboletas e beija-flores;
Passeio pelo Sitio;
4ª aula: Arbustos, trepadeiras e forrações, para várzeas úmidas ou longos períodos de seca;
5ª aula: Plantas apropriadas para jardins verticais. Jardins internos: folhagem e flores em locais sem luz solar;
6ª aula: Adubações e controle de pragas e doenças.

Curso Criando jardins em vasos

No dia 05/09/2016, comecei o curso Criando Jardins em Vasos na Associação de amigos do Jardim Botânico. O curso termina em 30/11/2016.

Carga Horário: 60 horas

Conteúdo do curso: História dos jardins em vasos. Estudo sobre qualidade da terra, adubação, pragas e doenças, profilaxia, montagem dos vasos, composição com as plantas, realização de pequenos projetos, palestras sobre irrigação, iluminação, bambu e substratos.

Professora: Gina Fiuza

Veja mais informações em http://www.amigosjb.org.br/cursos/

Curso Projetos Paisagisticos na AAJB

 No mês de julho desse ano, fiz o curso de Projetos Paisagísticos na Associação de amigos do Jardim Botânico.

Carga Horário: 24 horas

Durante o curso desenvolvi dois projetos Paisagísticos.

Varanda em apartamento:

port-proj-paisagistico

Cobertura de apartamento:

port-proj-paisagistico-02-a

 

port-proj-paisagistico-02-e

 

port-proj-paisagistico-02-b

 

port-proj-paisagistico-02-d

 

port-proj-paisagistico-02-c

Curso de Imersão em Paisagismo no Instituto Plantarum

Nos dias 14 e 15 de maio de 2016, estive presente no Instituto Plantarum em Nova Odessa/SP para o curso de Paisagismo ministrado por Raul Cânovas e Harri Lorenzi.

OBJETIVOS DO CURSO

Sábado

  • 8:00 h. Credenciamento
  • 8:30 h. 1ª aula: Jardins residenciais;
  • 9:30 h. 2ª aula: As áreas verdes nos térreos dos prédios residenciais;
  • 10:30 h. Coffee break;
  • 11:00 h. 3ª aula: Paisagismo corporativo;
  • 12:00 h. Almoço;
  • 13:30 h. Passeio guiado por Harri Lorenzi e Raul Cânovas pelo Jardim Botânico Plantarum;
  • 17:00 h.Coffee break e Encerramento das atividades.

Domingo

  • 8:30 h. 4ª aula: Jardins específicos: hospitais, restaurantes, lojas, shoppings, etc.;
  • 9:30 h. 5ª aula: Áreas públicas: praças, arborização urbana;
  • 10:30 h. Coffee break;
  • 11:00 h. 6ª aula: Jardins internos;
  • 12:00 h. Almoço;
  • 13:30 h. Passeio guiado por Harri Lorenzi e Raul Cânovas pelo Jardim Botânico Plantarum;
  • 17:00 h.Coffee break e Encerramento das atividades.

LOCAL

Instituto Plantarum: Avenida Brasil, 2000 – 13460-000 – Nova Odessa-SP / 55 (19) 3466-5587

DATA

Dias 14 e 15 de maio

HORÁRIO

Início às 8:00hs, término às 17:00hs.

CARGA HORÁRIA

16 horas.

COORDENAÇÃO

Harri Lorenzi e Raul Cânovas

http://www.jardimcor.com/curso-paisagismo-plantarum/

Curso Paisagismo na AAJB

No dia 12 de maio de 2016 concluí o curso de Paisagismo com a professoras: Cecilia Beatriz da Veiga Soares e Flávia Nunes na Associação de amigos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Objetivo do curso:

Paisagismo através dos tempos, ecologia, biodiversidade, integração homem e meio ambiente. Paisagismo urbano, reflorestamento, árvores nativas e exóticas. Macro unidades da paisagem brasileira. Jardins internos, paisagismo no litoral e montanha. Conservação e preparo do solo. Planejamento, noções de irrigação e iluminação.

carga horária: 48 horas.

Meu projeto final:

paisagismo-02

paisagismo-03

paisagismo-04

paisagismo-05

paisagismo-06

paisagismo-07

paisagismo-08

paisagismo-09

paisagismo-01

Curso Como Construir um Jardim Sustentável

No dia 30 de abril de 2016, estive presente no curso Construir um Jardim Sustentável no Sítio Roberto Burle Marx – RJ.

OBJETIVOS DO CURSO

Um curso que irá especificar os tópicos de um paisagismo que nos proteja dos gastos excessivos, sem renunciar ao que é essencialmente belo e bom.

LOCAL

Auditório do Sítio do Burle Marx
Estrada Roberto Burle Marx, 2019 – Barra de Guaratiba, Rio de Janeiro.

DATA

Rio de Janeiro: 30 de abril de 2016.

HORÁRIO

Início às 8:00hs, término às 18:00hs.30

CARGA HORÁRIA

8 horas.

COORDENAÇÃO

Raul Cânovas

 

PROGRAMAÇÃO

  • 8:00 h. Credenciamento
  • 8:30 h. 1ª aula: Como “vestir” uma terra desnuda;
  • 9:30 h. 2ª aula: Climatologia: como imaginar massas verdes que “trabalhem” estabilizando a temperatura e a umidade ambiente.
  • 10:30 h. Coffee break;
  • 11:00 h. 3ª aula: Linhas retas ou curvas? O equilíbrio do espaço ajardinado;
  • 12:00 h. Almoço;
  • 13:30 h. 4ª aula: Espécies perenes, comestíveis e úteis, com efeito ornamental;
  • 14:30 h. 5ª aula: Como atrair pássaros e outros bichos benéficos à flora paisagística;
  • 16:30 h. Coffee break;
  • 17:00 h. 6ª aula: A cultura permanente no jardim = Permacultura;
  • 18:00 h. Encerramento do curso.

Curso para paisagistas :: Como enfrentar a crise

No dia 9 de abril de 2016, estive em São Paulo para o curso organizado por Raul Cânovas.

LOCAL: Auditório da Radio Mundial: Avenida Paulista, 2200, Térreo – próximo ao metrô Consolação

DATA: 09 de abril de 2016

HORÁRIO: Início às 8:00hs, término às 18:00hs.

CARGA HORÁRIA: 10 horas

COORDENAÇÃO: Paisagista Raul Cânovas

PROGRAMAÇÃO

  • 08:00 h.: Credenciamento
  • 08:30 h.: 1ª Aula: Marketing: Inteligência do mercado paisagístico. Com Roberto Araujo, Diretor Editorial da Revista Natureza.
  • 09:45 h.: 2ª Aula: Como se tornar conhecido, popular, renomado. As mídias disponíveis para quem não tem verba: redes sociais, etc. Com Carol Costa do site Minhas Plantas, colunista do Jardinaria, da BandNews FM, e apresentadora do Mais Cor, Por Favor, do GNT.
  • 11:00 h.: Coffe Breack;
  • 11:30 h.: 3ª Aula: Visita ao cliente: Cobrar ou não? A diferença entre o orçamentista e o consultor. Como conquistar a confiança do cliente. Com o paisagista Raul Cânovas.
  • 12:45 h.: Almoço
  • 14:15 h.: 4ª Aula: Título da palestra : Contratos de Paisagismo e seus efeitos jurídicos. Com o Dr. Flavio Martins, paisagista e advogado da Associação Nacional de Paisagismo.
  • 15:30 h.: 5ª Aula: Gerenciamento do escritório de paisagismo e da equipe de obra. Compra de mudas e materiais. Prazos de entrega. Com Osvaldo Policarpo Jr., da Floraliz Paisagismo.
  • 16:45 h.: Coffe Breack;
  • 17:15 h.: 6ª Aula: A pós-venda, como tornar o cliente em um agente divulgador nosso. Com Roberto Araujo.
  • 18:30 h.: Encerramento.

 

 

Expo Jardins do Rio 2

No dia 1º de abril de 2016 conheci o Jardins do Rio, encontro dos produtores de plantas ornamentais de Guaratiba com a cidade do Rio e com os cariocas.

No evento foi possível conhecer a variedade de plantas cultivadas na região e participar de  palestras  e oficinas. Ao todo foram 18 palestras e 11 oficinas.

Destaco as seguintes palestras: PRODUÇÃO DE ESPÉCIES NATIVAS COM POTENCIAL PARA USO EM PAISAGISMO, com Paulo Schiavo, JARDINS TROPICAIS E OS NOVOS PARADIGMAS DE SEU TRAÇADO, com Raul Cânovas, e A VEGETAÇÃO NATIVA EM PROJETOS PAISAGÍSTICOS, com Luiz Cancio.

O evento contou também com visitas guiadas ao sítio Burle Marx, exposição de plantas, exposição de jardins criados com as plantas dos produtores de Guaratiba, entre outros.

O site do evento saiu do ar.

 

Criação de banco de dados de espécies de plantas nativas do Estado do Rio de Janeiro para Paisagismo Sustentável

Uma das estratégias do Paisagismo Sustentável  é o uso de plantas nativas da região em que se está  implantando o projeto. Além de aproveitar a beleza da natureza local, o uso dessas plantas garante a manutenção da biodiversidade da região e proporciona alimentação própria para a fauna local, inclusive para insetos que ajudam no controle das pragas. Essas plantas se adequam mais facilmente ao regime de chuvas da região, diminuindo o consumo de água potável para irrigação.

Outro grande benefício do uso de plantas nativas é o cultural: a adoção  dessas plantas no paisagismo coloca as pessoas em contato com a natureza original da região em que habitam, o que muitas delas desconhecem.

Esse banco faz parte da estratégia de se construir um paisagismo sustentável, onde lista espécies de plantas da flora nativa do estado do Rio de Janeiro, lembrando que o Rio de Janeiro está totalmente inserido no bioma Mata Atlântica.

Continue lendo em Banco em construção.

Curso Paisagismo Sustentável e Técnicas Construtivas para Telhados e Paredes Verdes

Nos dias 21 e 22 de maio de 2015, fiz o curso Paisagismo Sustentável e Técnicas Construtivas para Telhados e Paredes Verdes em São Paulo com o Ricardo Cardim :: carga horária: 16 horas.

O objetivo do curso foram apresentar conceitos e propostas para um paisagismo sustentável no Brasil, abordando a discussão sobre biodiversidade, biomas, espécies nativas, adaptadas, invasoras, consumo de água e serviços ambientais; preparar o aluno com conhecimentos de botânica, historia, técnicas construtivas e tecnologias para áreas verdes, dentre elas telhados e paredes verdes; capacitar o entendimento e a importância das áreas verdes no Green Building dentro da realidade brasileira de país megabiodiverso e seus resultados na melhora da qualidade de vida urbana e reequilíbrio ambiental.

http://www.gbcbrasil.org.br/detalhe-curso.php?idCurso=73

Curso Vegetação nativa em projetos urbanos

Em 30 de novembro de 2013, estive presente no curso A Vegetação Nativa em Projetos Paisagísticos, realizado pelo Núcleo Rio de Janeiro da ABAP com o apoio do CAU/RJ.

O objetivo do curso foi complementar a formação de arquitetos e urbanistas, assim como de outros profissionais de campos afins. Discutiu-se a utilização da vegetação em projetos paisagísticos, apresentando conceitos e abordagens relativas à composição; análise de aspectos formais, estruturais e ecológicos; identificação de propriedades, condicionantes e potenciais de uso dos diferentes estratos vegetais; indicação de técnicas e aplicações práticas.

O curso, organizado por Marcia Nogueira Batista, Vera Regina Tângari, Mônica Bahia Schlee e Andrea Queiroz Rego (ABAP), com o apoio de Sydnei Menezes e Christine Eksterman (CAU/RJ), contou com professores com vasta experiência em projeto e em pesquisa, de diferentes formações acadêmicas como Rita Montezuma, Pierre-Andre Martin, Eduardo Barra, Ivete Farah, Luiz Câncio, Cecília Petagna e Flavia Braga.

Em 2013.