Consultoria para certificação Referencial GBC Brasil Casa :: Edifício Onda Verde :: Tinguá :: Nova Iguaçu

No fim de 2015, prestei consultoria para o processo de certificação ambiental Referencial GBC Brasil Casa do edifício feito em containers da ONG ambientalista Onda Verde.

Conheça mais sobre a Onda Verde em https://www.facebook.com/entidadeambientalistaondaverde e http://www.ondaverde.org.br/

O edifício é de idealização do Hélio Vanderlei e projeto do escritório Arktektus. Possui 3 tipos de energia renovável: a eólica e a fotovoltáica para produção de energia elétrica e a solar para aquecimento de água.

O paisagismo deu prioridade as espécies de plantas nativas da região e o uso da água da chuva para sua irrigação.

Guapuruvu recém plantado no terreno da Onda Verde
Guapuruvu recém plantado no terreno da Onda Verde

 

O projeto conta também com um biodigestor que trata todo o esgoto da edificação, reaproveitando a água resultante para irrigação do jardim  e o gás produzido pelo processo para alimentar uma luminária (lamparina) externa. Um detalhe importante: as plantas do tanque de raiz do biodigestor, que são responsáveis por retirar os nutrientes da água, são nativas brasileiras.

onda-verde-03
Tanque de raízes do biodigestor da Onda Verde
onda-verde-04
Câmara do biodigestor – 1a fase do tratamento da Onda Verde

 

Além disso o projeto conta com o controle de erosão e poluição da obra durante a construção, uso de materiais ambientalmente preferíveis, controle e gerenciamento de águas pluviais, uso racional da água, entre outras características que darão a primeira certificação Referencial Casa do GBC Brasil no Rio de Janeiro ao edíficio.

O Referencial GBC Brasil Casa foi desenvolvido pelo Comitê Técnico do Green Building Council Brasil formado por profissionais de empresas associadas, professores universitários e gestores públicos convidados, com o intuito de abordar e avaliar diferentes questões de eficiência e sustentabilidade em projetos residenciais.

O Referencial fornece as ferramentas e conhecimento necessário para projetar, construir e operar residências e edifícios residenciais que possuem alto desempenho econômico, social e ambiental.

O Referencial Brasil Casa é dividido em 8 categorias que contemplam a Implantação do edifício, o Uso Raciona da Água, Energia e Atmosfera, Materiais e Recursos, Qualidade Ambiental Interna, Requisitos Sociais, Inovação e Créditos Regionais.

 

Curso Projetos em Habitação

PROGRAMA DE FORMAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS URBANOS: Curso VII – Projetos em Habitação – Turma 1/2015

Esse é um curso de autoinstrução que fiz no Portal Capacidades do Ministério das Cidades.

Carga horária: 10 horas

Data: 24/08/2015 a 08/09/2015

Objetivos:

O Curso VII – Projetos em Habitação – tem como objetivo apresentar e conceituar a temática da Urbanização de assentamentos precários, os desafios e resultados do Programa Minha Casa, Minha Vida no âmbito do Ministério das Cidades.

TCC MBA :: Aplicacação de critérios do LEED à projetos de interiores

Em julho de 2015, entreguei meu Trabalho de Conclusão do MBA de Construções Sustentáveis, cujo tema foi:

APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS DE SUSTENTABILIDADE DO LEED A PROJETOS E OBRAS DE REFORMAS DE INTERIORES DE APARTAMENTOS

Segue abaixo o resumo do trabalho:

A reforma de apartamentos em edificações antigas é uma oportunidade valiosa para a implantação de ações que trarão sustentabilidade ao imóvel. A presente pesquisa exploratória analítica descritiva cria um roteiro de estratégias para projetos e obras de reformas de interiores, seguindo os critérios de sustentabilidade da versão 4 do LEED. Inicialmente o trabalho avalia os 175 créditos e pré-requisitos, resultando em 37 aplicáveis a reformas de apartamentos. Desses, 16 são selecionados e estudados e geram 25 estratégias de sustentabilidade. Para criar essas estratégias, são pesquisadas soluções que diminuam o impacto da obra no meio-ambiente e o custo operacional do imóvel. Buscam-se, então, bases na literatura do LEED, nas abordagens e implementações do Guia Rápido do Referencial GBC Brasil Casa, nos programas brasileiros de eficiência energética, nas normas técnicas brasileiras, e também na experiência profissional da autora deste trabalho. Como resultado, propõe-se atingir um alto nível de desempenho construtivo e humano através da estratégia da categoria Projeto Integrado; controlar a emissão de poluição ambiental e luminosa e diminuir a intervenção no bioma local através das estratégias propostas na categoria Espaços Sustentáveis; reduzir o consumo de energia elétrica, de água e de gás, capacitar os moradores e proprietários a manter o desempenho esperado do imóvel, buscar equipamentos e a distribuição de água quente eficientes, obter a eficiência energética dos equipamentos eletroeletrônicos e diminuir o consumo de energia da iluminação, através das estratégias da categoria Energia e Atmosfera; reduzir o consumo de água do imóvel através das estratégias propostas na categoria Uso Eficiente da Água; minimizar o consumo de recursos naturais através das estratégias propostas na categoria Materiais e Recursos; reduzir a poluição do ar interno do imóvel através das estratégias da categoria Qualidade Ambiental Interna e adotar novas abordagens para contribuir com a prática sustentável da Arquitetura de Interiores através da estratégia proposta na categoria Inovação. Os profissionais da construção civil ainda têm muito a aprender e experimentar sobre a sustentabilidade dentro de suas áreas de atuação, e devem sempre buscar novas tecnologias que os ajudem a incorporar esses conceitos em seus projetos e obras. Essas são atitudes importantes para a preservação dos recursos do nosso planeta para as futuras gerações.

Palavras-chave: Sustentabilidade. LEED. Arquitetura. Interiores. Reformas.

MBA em Construções Sustentáveis

Em 24 de abril de 2015, tive minha última aula no MBA em Construções Sustentáveis – Certificação Ambiental de Edificações  e em 24 de julho entreguei meu Trabalho de Conclusão do curso com o tema: APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS DE SUSTENTABILIDADE DO LEED A PROJETOS E OBRAS DE REFORMAS DE INTERIORES DE APARTAMENTOS.
Carga horária: 400h

Justificativa do Curso

Capacitar os participantes em Construção Sustentável oferecendo
conhecimentos que permitam aos participantes realizarem projetos e obras de empreendimentos sustentáveis, bem como se tornarem consultores em Construção Sustentável e Certificação Ambiental de Edificações. O curso apresenta as melhores metodologias e tecnologias que habilitem o participante a projetar, gerenciar, avaliar, e operar edificações sustentáveis, alinhadas aos princípios de eficiência energética e elevado desempenho ambiental a fim de
tornar a Construção Civil , uma ferramenta harmonizada com a sustentabilidade do planeta.

Objetivo Geral

Os estudos são focados na complementação da formação de nossos profissionais, Engenheiros, Arquitetos e Gestores,
adquirindo habilidades necessárias a avaliar e aperfeiçoar o desempenho energético e a performance Sócio-Ambiental
da Construção Civil.

Disciplinas
MÓDULO 1 – INTRODUÇÃO À CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL – 140h
Introdução à Construção Sustentável e Certificações Ambientais I: LEED, AQUA, Selo Azul, PBE Edifica  20h
Introdução à Construção Sustentável e Certificações Ambientais II: BREEAM, Living Building, DGNB 20h
Ecodesing, Permacultura, Bio-construção e Ecovilas / Comunidades Sustentáveis 20h
Paisagismo Sustentável: Estratégias de Integração e Edifícios e Cidades Sustentáveis 20h
Análise do Ciclo de Vida e Critérios Ambientais de Avaliação de Produtos para a Construção Sustentável 20h
Aplicação de Sistemas de Certificações Ambientais – LEED BD+C 20h
Aplicação Sistemas de Certificações Ambientais – AQUA HQE Habitacional 20h
MÓDULO 2 – TECNOLOGIAS E SISTEMAS PARA A CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL – 140h
Eficiência Energética e Sustentabilidade em Edifícios I 20h
Eficiência Energética e Sustentabilidade em Edifícios II – Aplicação Procel Edifica / Simulações de Desempenho Energético de Edificações 20h
Energias Renováveis: Usos e Aplicações para a Construção Sustentável 20h
Controle e Monitoramento da Qualidade Ambiental Interna do Ar – Contaminantes e COV’S 20h
Utilização Eficiente de Recursos Hídricos e o Reuso da Água em Edificação Sustentáveis 20h
Tecnologias e Materiais a serem Utilizados em Edificações Sustentáveis 20h
Como se tornar um LEED GA / LEED AP 20h
MÓDULO 3 – GESTÃO E OPERAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS SUSTENTÁVEIS – 120h
Estudos de Viabilidade Financeira para Empreendimentos Sustentáveis 20h
Gestão Integrada de Projetos Sustentáveis 20h
Gestão Ambiental de Canteiros de Obras, Resíduos e Reciclagem em Edificações Sustentáveis 20h
Comissionamento e Gestão de Operações em Empreendimentos Sustentáveis 20h
Metodologia Científica Aplicada 20h
Estudos de Casos / Visitas Técnicas / Seminário de Apresentação do Pré-Projeto de Monografias 20h

https://www.inbec.com.br/pos-graduacao/mba-em-construcoes-sustenta-veis-certificacao-ambiental-de-edificacoes

Curso Gestão de Projetos Urbanos

PROGRAMA DE FORMAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS URBANOS: Curso VI – Básico: Gestão de Projetos Urbanos – Turma 1/2015

Esse é um curso de autoinstrução que fiz no Portal Capacidades do Ministério das Cidades.

Carga horária: 24 horas

Data: 06/07/2015 a 24/07/2015

Objetivos:

O Curso VI – Básico: Gestão de Projetos Urbanos – tem como objetivo apresentar aspectos gerais sobre gerenciamento de projetos, sua metodologia e aplicação aos projetos urbanos, os manuais e normas que regulam o acesso aos recursos financeiros do Ministério das Cidades.

Curso Referencial GBC Brasil Casa®

Em junho de 2015, fiz o curso Referencial GBC Brasil Casa® em São Paulo :: carga horária: 16 horas.

Os objetivos do curso eram:

– Capacitar e qualificar o profissional por meio da retomada de conceitos de arquitetura sustentável, facilmente aplicada a projetos e obras residenciais.

– Familiarizar o profissional com os conceitos básicos da Certificação Referencial GBC Brasil Casa®, para que ele esteja apto a desenvolver casas com melhor desempenho energético, com consumos mais eficientes, mais confortáveis termicamente, que possuam ambientes internos mais saudáveis, que reduzem o impacto no meio ambiente utilizando menos recursos naturais e evite o desperdício de materiais não reutilizados, acabar com a ineficiência de sistemas obsoletos e melhorar o planejamento das construções de forma a reduzir a perda financeira de obras comuns.

– Prover ao profissional os conceitos de gestão integrada que visam à consultoria de projetos sustentáveis.

– Prover ao profissional o conteúdo básico para realização da prova de qualificação, oferecendo direcionamento aos estudos, dicas para o dia do exame e um pequeno simulado.

http://www.gbcbrasil.org.br/detalhe-curso.php?idCurso=79

Curso Paisagismo Sustentável e Técnicas Construtivas para Telhados e Paredes Verdes

Nos dias 21 e 22 de maio de 2015, fiz o curso Paisagismo Sustentável e Técnicas Construtivas para Telhados e Paredes Verdes em São Paulo com o Ricardo Cardim :: carga horária: 16 horas.

O objetivo do curso foram apresentar conceitos e propostas para um paisagismo sustentável no Brasil, abordando a discussão sobre biodiversidade, biomas, espécies nativas, adaptadas, invasoras, consumo de água e serviços ambientais; preparar o aluno com conhecimentos de botânica, historia, técnicas construtivas e tecnologias para áreas verdes, dentre elas telhados e paredes verdes; capacitar o entendimento e a importância das áreas verdes no Green Building dentro da realidade brasileira de país megabiodiverso e seus resultados na melhora da qualidade de vida urbana e reequilíbrio ambiental.

http://www.gbcbrasil.org.br/detalhe-curso.php?idCurso=73

Arquilog

Em 12 de março de 2012 nasceu o Arquilog, um blog onde eu falava  sobre arquitetura, livros, AutoCAD, cores, natureza e sustentabilidade. Naquela época eu postava gratuitamente os blocos dinâmicos criados por mim. Com o tempo isso foi se tornando o ponto forte do blog.

Hoje, além dos artigos sobre AutoCAD, Arquitetura, Sustentabilidade e Paisagismo, o blog tem uma loja de bloco dinâmicos, templates e outros produtos que agilizam o projeto de arquitetura no AutoCAD.