Certificação Ambiental :: PBE Edifica

Em 22/08/2015 por Mônica Fischer

Nome da Certificação: PBE Edifica
Origem: Desenvolvida em parceria entre o Inmetro e a Eletrobras/PROCEL Edifica.
Certificadora: INMETRO
Tipos de empreendimentos: Edificações comerciais, públicas e residenciais.
Como obter o certificado: Para obter a Etiqueta PBE Edifica é necessário contatar um OIA – Organismo de Inspeção Acreditado, enviando para este uma série de documentos pertinentes ao projeto. O OIA irá realizar a inspeção do projeto a partir de análise documental e levantamento de dados in loco e conceder a ENCE (etiqueta nacional de conservação de energia) de projeto caso o projeto atenda aos requisitos específicos. A inspeção da edificação construída será executada após sua construção e antes da entrega das chaves. O OIA irá conferir se o que foi construído está de acordo com o projeto e atribuir uma classificação final à edificação e conceder a ENCE de edificação construída. No término de cada uma dessas fases o OIA envia documentos da edificação ao INMETRO.
Níveis de certificação: A, B, C, D ou E

A Etiqueta PBE Edifica faz parte do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) e foi desenvolvida em parceria entre o Inmetro e a Eletrobras/PROCEL Edifica.

Para Unidades Habitacionais Autônomas o PBE Edifica considera:

1) Envoltória
1.1) Pré-requisitos
Transmitância térmica, capacidade térmica e absortância solar
Os pré-requisitos de transmitância térmica, capacidade térmica e absortância solar das paredes externas e coberturas de ambientes de permanência prolongada devem ser atendidos de acordo com a Zona Bioclimática em que a edificação se localiza, conforme tabela do manual.

Ventilação Natural
Ambientes de permanência prolongada devem possuir percentual de áreas mínimas de aberturas para ventilação, de acordo com:
Zona bioclimática 1 a 6 – Maior ou igual a 8%
Zona bioclimática 7 – Maior ou igual a 5%
Zona bioclimática 1 a 6 – Maior ou igual a 10%

Iluminação Natural
A soma das áreas de aberturas para iluminação natural de cada ambiente de permanência prolongada deve corresponder a no mínimo 12,5%.

1.2) Determinação da eficiência térmica da envoltória
Determina-se a eficiência térmico da envoltória da unidade habitacional pelo método prescritivo ou simulação de acordo com a Zona Bioclimática em
que a edificação está localizada.

2) Sistemas de aquecimento de água
2.1) Pré-requisitos
As tubulações para água quente devem ser apropriadas para a função de condução a que se destinam e devem atender às normas técnicas de produtos aplicáveis e como pré-requisito para os níveis A e B, o projeto de instalações hidrossanitárias deve comprovar que as tubulações metálicas para água quente possuem isolamento térmico com espessura mínima determinada no manual.

2.2) Sistemas de aquecimento solar
Para obtenção dos níveis A ou B os coletores solares para aquecimento de água (aplicação: banho) devem possuir ENCE A ou B ou Selo Procel. Os reservatórios devem possuir Selo Procel. O reservatório de água quente deve ter isolamento térmico adequado e capacidade de armazenamento mínimo compatível com o dimensionamento proposto.

A classificação da eficiência do sistema de aquecimento solar é obtida de acordo com a fração solar anual obtida aplicando os fórmulas do manual:
Equivalente à fração solar anual mínima de 70% – A
Equivalente à fração solar anual entre 60 e 69% – B
Equivalente à fração solar anual entre 50 e 59% – C
Equivalente à fração solar anual menor que 50% – D

2.3) Sistemas de aquecimento a gás

 

2.4) Bombas de calor

 

2.5) Sistemas de aquecimento elétrico

 

2.6) Cadeiras a óleo

 

3) Bonificação
Ventilação natural
Iluminação natural
Uso racional de água
Condicionamento artificial de ar
Iluminação artificial
Ventiladores de teto
Refrigeradores
Medicão individualizada

– . – . – . – . – . – . –
Escrito por Mônica Fischer
Arquiteta, Paisagista e Especialista em Construções Sustentáveis.
Consultora GBC Brasil Casa®
adm@arquilog.com.br
(21) 99159-7817

 

 

Fonte:

http://www.pbeedifica.com.br/conhecendo-pbe-edifica

http://www.pbeedifica.com.br/etiquetagem

RTQ-R – Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Residenciais

RAC – Requisitos de Avaliação da Conformidade para Eficiência Energética de Edificações

Manual para aplicação do RTQ-R

Manual para aplicação do RAC

Zona Bioclimática 8

Determinação do nível de eficiência energética de um edifício exemplo utilizando o RTQ-R

Slides do curso sobre o RAC-R

Cartas solares, máscaras e tabelas com ângulos de proteção solares para o cálculo de “somb“: Cidades brasileiras em
http://www.pbeedifica.com.br/sites/default/files/projetos/etiquetagem/residencial/downloads/Anexo1RTQ-R.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *