Notícias do CAU/BR

Novas regras liberam financiamento de até R$ 30 mil para projetos arquitetônicos que atendam a necessidades especiais

O governo federal publicou portaria que concede crédito a pessoas com necessidades especiais para adaptar suas residências, visando melhorar as condições de acessibilidade, dentro do programa Viver sem Limites.

Entre os novos serviços que a legislação considera como “tecnologias assistivas passíveis de financiamento” estão o projeto arquitetônico de adaptação de imóvel residencial à acessibilidade (financiamentos de até R$ 5.000); os serviços de execução desses projetos (até R$ 10.000); e os materiais necessários para a adaptação (até R$ 15.000).

Leia completo em http://www.caubr.gov.br/?p=18991

* :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: *

Cresce em 12% o Número de arquitetos e urbanistas atuantes no país e em 22% o número registros de responsabilidade técnica em 2013

O número total de arquitetos registrado no final de 2013 era de 111.868. A pesquisa também levantou o número de empresas dedicadas a serviços de Arquitetura e Urbanismo no Brasil: 11.696. Ou seja, praticamente uma empresa para cada dez arquitetos ativos.

A região sudeste responde por 55% dos profissionais registrados no país. Se somarmos com os profissionais da região sul, esse número chega a quase 76%, conforme tabela abaixo:

Profissionais ativos Empresas ativas RRT emitidas
Região Sudeste
São Paulo  36.252 3.356  223.635
Rio de Janeiro  15.498 1.773  53.835
Minas Gerais  8.499 842  51.289
Espírito Santo 1.730 126 13.601
Total 61.979 6.097 342.360
(55,40%) (52,13%) (43,19%)
Região Sul
Rio Grande do Sul  10.932 1178  110.962
Paraná  6.942 865  89.108
Santa Catarina 5.138 747 45.416
Total 23.012 2.790 245.486
(20,57%) (23,85%) (30,97%)
Total do país  111.868 11.696  792.624

Leia completo em http://www.caubr.gov.br/?p=19451

* :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: * :: *

Super Simples para empresas de arquitetura deve ficar para 2016

O Congresso Nacional deverá aprovar a quinta revisão da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa no primeiro semestre de 2014. Mas será necessário um prazo maior para que os governos federal e estaduais possam “metabolizar” o fim da restrição do acesso ao Super Simples por profissionais liberais e outras firmas do setor de serviços.

Leia completo em:  http://www.caubr.gov.br/?p=18946

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *