Ecosistema

Conjuntos de comunidades de organismos e seus ambientes abióticos conectados por processos biológicos, químicos e físicos.

Bioma

é um conjunto de vegetação que abrange grandes áreas contínuas, em escala regional, com flora e fauna similares, definida pelas condições físicas predominantes nas regiões. Esses aspectos climáticos, geográficos e litológicos (das rochas), por exemplo, fazem com que um bioma seja dotado de uma diversidade biológica singular, própria. No Brasil, os biomas existentes são 6 (da maior extensão para a menor) : a Amazônia, o Cerrado, a Mata Atlântica, a Caatinga, o Pampa e o Pantanal.

 bioma-amazonia  bioma-cerrado  bioma-mataatlantica  bioma-caatinga  bioma-pampa  bioma-pantanal
Amazônia Cerrado Mata Atlântica Caatinga Pampa Pantanal
4.196.943 km² 2.036.448 km² 1.086.289 km² 844.453 km² 176.496 km² 150.355 km²
49,29% do território brasileiro 23,98% do território brasileiro 13,04% do território brasileiro  9,92% do território brasileiro 2,07% do território brasileiro 1,76% do território brasileiro
Acre (100%) Amapá (100%) Amazonas (100%) Pará (100%) Roraima (100%) Rondônia (98,8%) Mato Grosso (54%) Maranhão (34%) Tocantins (9%) Distrito Federal (100%) Goiás (97%) Tocantins (91%) Maranhão (65%) Mato Grosso do Sul (61%) Minas Gerais (57%) e áreas menores de outros seis Estados Espírito Santo (100%) Rio de Janeiro (100%) Santa Catarina (100%) Paraná (98%) e áreas de mais 11 Unidades da Federação. Ceará (100%) Rio Grande do Norte (95%), Paraíba (92%) Pernambuco (83%) Piauí (63%) Bahia (54%) Sergipe (49%) Alagoas (48%) Maranhão (1%) Minas Gerais (2%) Rio Grande do Sul (63%) Mato Grosso do Sul (25%) Mato Grosso (7%)
Clima quente e úmido. Temperatura média de 25 °C.
Tem chuvas torrenciais bem distribuídas durante o ano.
Clima tropical quente subúmido, com uma estação seca e uma chuvosa.
Temperatura média anual entre 22 °C e 27 °C.
Clima quente e úmido Clima chuvoso, sem período seco regular e com frentes polares e temperaturas negativas no inverno.

bioma-amazonia

A Amazônia é a maior reserva de biodiversidade do mundo e o maior bioma do Brasil. Ele é dominado por florestas e rios com fluxo intenso.

O bioma Amazônia é marcado pela bacia amazônica, que escoa 20% do volume de água doce do mundo.

A vegetação característica é de árvores altas. Nas planícies que acompanham o Rio Amazonas e seus afluentes, encontram-se as matas de várzeas (periodicamente inundadas) e as matas de igapó (permanentemente inundadas). Estima-se que esse bioma abrigue mais da metade de todas as espécies vivas do Brasil.

bioma-cerradoO Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul. É no Cerrado que está a nascente das três maiores bacias da América do Sul (Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata), o que resulta em elevado potencial aquífero e grande biodiversidade. Esse bioma abriga mais de 6,5 mil espécies de plantas já catalogadas.

No Cerrado predominam formações da savana. Além dos planaltos, com extensas chapadas, existem nessas regiões florestas de galeria, conhecidas como mata ciliar e mata ribeirinha, ao longo do curso d’água e com folhagem persistente durante todo o ano; e a vereda, em vales encharcados e que é composta de agrupamentos da palmeira buriti sobre uma camada de gramíneas (estas são constituídas por plantas de diversas espécies, como gramas e bambus).

bioma-mataatlanticaA Mata Atlântica é um complexo ambiental que engloba cadeias de montanhas, vales, planaltos e planícies de toda a faixa continental atlântica leste brasileira, além de avançar sobre o Planalto Meridional até o Rio Grande do Sul.

Seu principal tipo de vegetação é a floresta ombrófila densa, normalmente composta por árvores altas e relacionada a um clima quente e úmido. A Mata Atlântica já foi um dos mais ricos e variados conjuntos florestais pluviais da América do Sul, mas atualmente é reconhecida como o bioma brasileiro mais descaracterizado. Isso porque os primeiros episódios de colonização no Brasil e os ciclos de desenvolvimento do país levaram o homem a ocupar e destruir parte desse espaço.

 

bioma-caatingaA Caatinga é exclusivamente brasileira e é o principal bioma da Região Nordeste.

A Caatinga apresenta uma grande riqueza de ambientes e espécies, que não é encontrada em nenhum outro bioma. A seca, a luminosidade e o calor característicos de áreas tropicais resultam numa vegetação de savana estépica, espinhosa e decidual (quando as folhas caem em determinada época). Há também áreas serranas, brejos e outros tipos de bolsão climático mais ameno.

Esse bioma está sujeito a dois períodos secos anuais: um de longo período de estiagem, seguido de chuvas intermitentes e um de seca curta seguido de chuvas torrenciais (que podem faltar durante anos). Dos ecossistemas originais da caatinga, 80% foram alterados, em especial por causa de desmatamentos e queimadas.

bioma-pampaO bioma pampa está presente somente no Rio Grande do Sul. Ele constitui os pampas sul-americanos, que se estendem pelo Uruguai e pela Argentina e, internacionalmente, são classificados de Estepe.

A vegetação predominante do pampa é constituída de ervas e arbustos, recobrindo um relevo nivelado levemente ondulado. Formações florestais não são comuns nesse bioma e, quando ocorrem, são do tipo floresta ombrófila densa (árvores altas) e floresta estacional decidual (com árvores que perdem as folhas no período de seca).

bioma-pantanalO Pantanal é um bioma praticamente exclusivo do Brasil, pois apenas uma pequena faixa dele adentra outros países (o Paraguai e a Bolívia).

É caracterizado por inundações de longa duração (devido ao solo pouco permeável) que ocorrem anualmente na planície, e provocam alterações no ambiente, na vida silvestre e no cotidiano das populações locais. A vegetação predominante é a savana. A cobertura vegetal original de áreas que circundam o Pantanal foi em grande parte substituída por lavouras e pastagens, num processo que já repercute na Planície do Pantanal.

Fonte:
http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2009/10/biomas-brasileiros

http://pt.wikipedia.org/wiki/Biomas_do_Brasil

mapa-brasil-biomas

Mapa adaptado de http://bioclimaufv.blogspot.com.br/2014_07_01_archive.html

Vegetação extensiva

Cobertura dos telhados verdes que não é pisoteável, possuindo substrato fino e plantio de espécies rasteiras, preferencialmente nativas. (Definição retirada do projeto de lei complementar nº31/2013)

Telhado verde

Também chamado de eco telhado ou bio cobertura, é o uso do teto do último pavimento da edificação com vegetação projetada sobre laje. (Definição retirada do projeto de lei complementar nº31/2013)

Impacto Ambiental

Qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam:

I – a saúde, a segurança e o bem-estar da população;
II – as atividades sociais e econômicas;
III – a biota;
IV – as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente;
V – a qualidade dos recursos ambientais.

Estudo de impacto ambiental

Estudo de Impacto Ambiental – EIA – é o conjunto de estudos realizados por especialistas de diversas áreas, com dados técnicos detalhados onde se avaliam as consequências para o ambiente decorrentes de determinados empreendimentos e atividades considerados causadores de significativa degradação ambiental.

 






Conceito Desenvolvimento Sustentável

Segundo a comissão Brundtland em 1987, o “Desenvolvimento sustentável é aquele que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações satisfazerem suas próprias necessidades.” A sustentabilidade deve ser atingida em quatro dimensões interdependentes, relacionadas ao ambiente, à economia, cultura e à sociedade.

Biota

é o conjunto de seres vivos de um ecossistema,o que inclui a flora, a fauna, os fungos e outros organismos. A biota da Terra abrange a biosfera.