Eficiência luminosa

Eficiência luminosa ou rendimento luminoso é um parâmetro que indica quão eficientemente uma fonte luminosa converte a energia que recebe (por exemplo, energia elétrica) em luz. Ela relaciona o fluxo luminoso (em lúmens) emitido pela fonte em relação à potência despendida para alimentá-la (normalmente medida em watts).

Retirado do artigo “Eficiência Luminosa e Energética” do site do Procel Info em http://www.procelinfo.com.br/main.asp?ViewID=%7BF5EAADD6-CCB0-4E29-A0C4-482D3D66BB65%7D&params=itemID=%7BB4C87E7B-2FC6-44A1-8615-B6F06690B8BA%7D;&UIPartUID=%7BD90F22DB-05D4-4644-A8F2-FAD4803C8898%7D

Consumo relativo para refrigeração

(CR) (kWh/m²) – Consumo anual de energia (em kWh) por metro quadrado necessário para refrigeração do ambiente durante o período de 21 h às 8 h, todos os dias do ano, com manutenção da temperatura em 24oC.

(Definição retirada do Regulamento Técnico da Qualidade – RTQ para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Residenciais em http://www.procelinfo.com.br/main.asp?View={89E211C6-61C2-499A-A791-DACD33A348F3})

Envoltória

Conjunto de planos que separam o ambiente interno do ambiente externo, tais como fachadas, empenas, cobertura, aberturas, assim como quaisquer elementos que os compõem. Não estão incluídos pisos, estejam eles ou não em contato com o solo.

(Definição retirada do Regulamento Técnico da Qualidade – RTQ para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Residenciais em http://www.procelinfo.com.br/main.asp?View={89E211C6-61C2-499A-A791-DACD33A348F3})