Sustentabilidade

Contribuições das Certificações Ambientais à AGENDA 2030 – artigo que escrevi para o Blog do GBC Brasil

As conferências da ONU sobre as questões ambientais, produziram durante as últimas décadas, documentos importantes com orientações e recomendações a serem seguidas pelas organizações dos países-membros, em todas as áreas onde os impactos humanos prejudicam o meio ambiente. Documentos como Nosso futuro comum (1987), Agenda 21 (1992), Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (2002) e O futuro que queremos (2012) apresentavam uma agenda global de mudanças para o desenvolvimento sustentável, como uma forma de diminuir a destruição de recursos naturais insubstituíveis e a poluição do planeta.

Mais recentemente, em 2015, o Fórum Político de Alto Nível sobre desenvolvimento Sustentável da ONU elaborou o documento Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Nesse artigo que escrevi para o Blog do GBC Brasil, exploro o quanto as certificações ambientais de edificações, podem contribuir com os objetivos da agenda.

Lâmpadas Retrô de Filamentos Incandescentes não são retrô só no estilo

Você já ouviu falar dessa tendência em iluminação: Lâmpadas Retrô de Filamentos?

As lâmpadas Retrô de filamentos chegaram no mercado há uns dois anos e ainda estão disponíveis para quem quer optar por uma iluminação decorativa e aconchegante, com uma luz suave e um toque retrô.

Elas são lindas! Mas atenção: existem as Lâmpadas Retrô de filamentos em LED e as Lâmpadas Retrô de filamentos incandescentes. Aí vem a pergunta que não quer calar: Porque estamos voltando a usar lâmpadas incandescentes? O retrô está só no nome ou estamos vivendo um retrocesso em termos de eficiência energética?

Continue lendo Lâmpadas Retrô de Filamentos Incandescentes não são retrô só no estilo

Tarifas da Energia Elétrica no Rio de Janeiro

Não fica claro na conta da Light (a concessionária de energia elétrica aqui do Rio de Janeiro) que existem 3 faixas de tarifas para a classe residencial e que elas são determinadas de acordo com o consumo final do cliente em kWh.

A tabela abaixo mostra os valores das tarifas praticados pela Light para a classe residencial estabelecidos no dia 07/11/2016:

Consumo Valor da tarifa (por kWh)
até 50kWh R$ 0,50606 (isento de ICMS)
51 até 300kWh R$ 0,62501 (ICMS de 18%)
acima de 300kWh R$ 0,72984 (ICMS de 29%)

Continue lendo Tarifas da Energia Elétrica no Rio de Janeiro

Eficiência e economia da Lâmpada LED em comparação com a Lâmpada Fluorescente

Existem diversas ações que podemos tomar durante o projeto e a obra de uma residência que, além diminuir os impactos ao meio ambiente, nos devolve parte do dinheiro que investimos no imóvel.

Nesse artigo vou falar sobre o retorno financeiro da adoção de lâmpadas LED ao invés das lâmpadas fluorescentes.

Para começar, busquei especificações e preços das lâmpadas na loja online da Leroy Merlin. A escolha da marca Ourolux é apenas ilustrativa e não representa de forma alguma recomendação da marca. As primeiras características a serem observadas numa lâmpada no quesito economia de energia são o consumo da lâmpada em W (Watts) e quantidade de luz emitida por ela em lm (lúmens). Veja a tabela abaixo com os dados das duas lâmpadas escolhidas:

Continue lendo Eficiência e economia da Lâmpada LED em comparação com a Lâmpada Fluorescente

1° Congresso Nacional de Eficiência em Edifícios

Começa hoje o ​1° Congresso Nacional de Eficiência em Edifícios, congresso online e gratuito que tem como objetivo elevar a eficiência das etapas de projeto e construção, desde os estudos iniciais de viabilidade até a conclusão dos Edifícios.

Serão ao todo 27 palestras oferecidas por profissionais renomados, tanto nacionais, quanto internacionais, entre os dias 23 e 29 de fevereiro.

As palestras de hoje são:

23 fev. 11:00- Cerimônia de Abertura do CONEFEC

23 fev. 15:00- Ricardo Grassia – Como Atingir a Eficiência Projetual e Construtiva Através de Soluções Integradas de Engenharia
Gerenciamento de projetos

23 fev. 17:00- Peter Krebs (EUA) – Conquistando Sustentabilidade com Praticidade pela Computação na Nuvem
Análise energética por meio do software Sefaira

23 fev. 20:00- Fausto Sabino – Como Gerar Eficiência por meio da Produtividade no Canteiro de Obras
Produtividade no Canteiro de Obras

Inscreva-se e acompanhe as palestras através do site http://www.conefec.com.br/ e https://calendar.google.com/calendar/embed?src=conefec.com.br_e6mb8fhobh5626uq1pjrmi8b94%40group.calendar.google.com&ctz=America/Sao_Paulo

Selo Casa Azul

Nome da Certificação: Selo Casa Azul
Origem: Brasil
Certificadora: Caixa Econômica Federal
Tipos de empreendimentos: Empreendimentos Residenciais
Como obter o certificado: ​A adesão ao selo é voluntária. O primeiro passo é apresentar o projeto para análise de financiamento da Caixa, juntamente com toda a documentação e informações técnicas que comprovem o preenchimento dos requisites do selo. Após a aprovação, a Caixa informa a graduação do selo alcançada e, no ato da contratação, emite o atestado de concessão do selo. Durante a obra, a Caixa verificará o atendimento aos critérios.
Níveis de certificação: O selo Casa Azul possui 53 critérios de avaliação distribuídos em 6 categorias. Para receber o Selo Casa Azul, o empreendimento deve obedecer a 19 critérios obrigatórios e, de acordo com o número de critérios opcionais atendidos, o projeto ganha o selo nível bronze, prata ou ouro:
Bronze: atende aos 19 itens obrigatórios;
Prata: atende aos 19 itens obrigatórios, mais 6 opcionais;
Ouro: atende aos 19 itens obrigatórios, mais, pelo menos, 12 opcionais.​

Continue lendo Selo Casa Azul

ProjetEEE

Edificações eficientes necessitam de estratégias bioclimáticas de baixo consumo energético e alto conforto térmico para o usuário. Uma ferramente criada pela UFSC, o ProjetEEE, apresenta dados climáticos e estratégias bioclimáticas mais adequadas a edificações residenciais, para mais de 400 cidades brasileiras, auxiliando a concepção do projeto arquitetônico em sua fase inicial.

A ferramenta permite:

  • identificar as características climáticas na cidade do projeto,
  • avaliar as estratégias bioclimáticas mais apropriadas à edificação,
  • projetar edificações mais eficientes,
  • obter um melhor conforto térmico interno para o usuário,
  • identificar a correta aplicação das diferentes estratégias bioclimáticas,
  • conhecer os componentes construtivos mais apropriados para sua edificação.

Para acessar a ferramente, visite www.projeteee.ufsc.br ou www.p3e.ufsc.br

Continue lendo ProjetEEE

Primeira residência certificada LEED For Homes do Brasil

Na Expo Sustentável que aconteceu em São Paulo, em novembro desse ano, presenciei a entrega dessa primeira certificação LEED Homes do Brasil.

leed-homes

A certificação foi alcançada em uma residência em Campinas, interior do estado de São Paulo, que foi projetada pela arquiteta Teresa d’Ávila e construída por LCP Engenharia & Construções.

Continue lendo Primeira residência certificada LEED For Homes do Brasil

LEED – Versão 4

Nome da Certificação: LEED
Origem:Estados Unidos
Certificadora: USGBC – United States Grenn Building Council
Tipos de empreendimentos: Novas construções, grandes reformas, reforma de envoltória e áreas comuns de edificações existentes, operação e manutenção de edificações existentes, escolas, lojas de varejo, hospitais, hotéis, centros de processamento de dados, armazéns, centros de distribuição, interiores comerciais, planejamento e construção de bairros, edificações residências.
Como obter o certificado: Para certificar um projeto junto ao USGBC deve-se inscrever o projeto na plataforma online da instituição (LEED online), pagar as taxas , cadastrar a equipe de projeto e iniciar o processo de envio de documentação que pode ser carregada diretamente no sistema (U. S. GREEN BUILDING COUNCIL, 2015). Atentar-se para os 3 requisitos mínimos da certificação LEED: a edificação deve estar localizada permanentemente em um terreno existente, a equipe deve definir limites coerentes para o projeto e cumpri com o tamanho mínimo de projeto.
Níveis de certificação: Certificado: 40-49 pontos :: Prata: 50-59 pontos :: Ouro: 60-79 pontos :: Platina: mais de 80 pontos

Continue lendo LEED – Versão 4