Artigos da categoria Espécies de Plantas nativas do estado do Rio de Janeiro

.Conheça minha pesquisa de espécies de plantas nativas do estado do Rio de Janeiro

Uma das estratégias do Paisagismo Sustentável é o uso de plantas nativas da região em que se está implantando o projeto. O uso dessas plantas, além de outros benefícios, garante a manutenção da biodiversidade local e proporciona alimentação própria para a fauna nativa, inclusive para insetos que ajudam no controle das pragas. Essas plantas se adequam mais facilmente ao regime de chuvas da região, diminuindo o consumo de água potável para irrigação.

Em meu blog, comecei uma pesquisa das espécies de plantas nativas do estado do Rio de Janeiro. Não é fácil achar a informação precisa da origem de cada espécie de planta usada em paisagismo, então é um trabalho bem lento, mas que eu adoro fazer.

——————————–
Por Mônica Fischer
Arquiteta e Paisagista
Especialista em Construções Sustentáveis
Consultora GBC Brasil®
Técnica em edificações
adm@arquilog.com.br
(21) 99159-7817

Acnistus arborescens

(Marianeira ou Fruta do Sabiá)

Família: Solanaceae

Ocorrência: Ocorre na mata atlântica do litoral do Brasil desde o nordeste até o sul (Colecionando Frutas).

Características: Arvoreta caducifólia de 2 a 3 m de altura com ramos que ficam cobertos de flores brancas perfumadas. A planta é muito cultivada para atrair o sabiá e cerca de outras 45 espécies de pássaros. Os frutos tem agradável sabor para o consumo in-natura e para fazer sucos (Colecionando Frutas).

Mais informações: http://www.colecionandofrutas.org/acnistusarbores.htm

Acrocomia aculeata

(Macaúba)

Família: Arecaceae

Ocorrência: Pará até São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul, em Cerradões e matas semidecíduas (Lorenzi, 2010).

Características: 10-15 m de altura e tronco de 20-30 cm de diâmetro.

Aegiphila integrifolia

(Pau de Tamanco)

Família: Lamiaceae

Ocorrência: Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo nas florestas semidecíduas e pluvial (Lorenzi, 2014).

Características: Árvore de 4-7 m de altura e tronco de 20-30 cm de diâmetro (Lorenzi, 2014).

Allagoptera caudescens

Nome popular: Buri

Família: Arecaceae

Ocorrência: Sergipe, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, na Mata Atlântica de planície litorânea e das encostas, em altitudes inferiores a 350m, preferencialmente em terrenos arenosos (Lorenzi, 2010).

Características: 4-8 m de altura e tronco de 12-20 cm.