Artigos Paisagismo

Adoro plantas, mas moro em apartamento. E agora?

Plantas em interiores melhoram a qualidade do ar, gerando oxigênio, absorvendo gases poluidores existentes e elevam a umidade do ambiente. Além disso, têm um efeito relaxante sobre as pessoas.

Mas plantas não vivem sem luz!

A primeira coisa que devemos pensar quando escolhemos plantas para interiores é a quantidade de luz que cada espécie precisa. Nesse sentido as plantas são classificadas em:

Continue lendo Adoro plantas, mas moro em apartamento. E agora?

As plantas e o ar que respiramos

Dentro de nossas residências existem poluentes que nos fazem mal, e nem sempre percebemos. Eles estão nas tintas e vernizes, madeiras, tecidos, papéis, produtos de limpeza que usamos, plásticos, fumaça do cigarro, partículas que entram pela janela se moramos perto de vias de muito movimento, e muitos outros. Num apartamento recém reformado, muitos desses poluentes são liberados durante meses dos materiais de acabamento que acabamos de usar. O cheirinho de apartamento novo contém compostos orgânicos voláteis, formaldeídos, etc, substâncias altamente nocivas a nossa saúde.

Esses poluentes nos trazem dores de cabeça, tontura, irritação no nariz, olhos e pele, problemas respiratórios, alergias, e problemas ainda mais graves se acumulados no organismo.

Continue lendo As plantas e o ar que respiramos

Como manter seu apartamento cheio de plantas, livre de mosquitos?

Mosquitos não são bem-vindos! Além daquela picadinha chata, a lista de doenças que eles transmitem não para de crescer. Se algum tempo atrás, a gente se preocupava com a dengue, hoje temos ainda a chikungunya, a zika e a febre amarela nos rodeando.

Outro dia eu vi a propaganda de um vaso anti dengue, sem furo de drenagem e sem pratinho para por embaixo, evitando assim o acúmulo de água parada. Ele possui no fundo da parte interna um dispositivo cheio de furos por onde a água excedente da rega escoa e se mantém separada da terra e evitando o encharcamento do vaso, que apodreceria a raiz.

Continue lendo Como manter seu apartamento cheio de plantas, livre de mosquitos?

.Conheça minha pesquisa de espécies de plantas nativas do estado do Rio de Janeiro

Uma das estratégias do Paisagismo Sustentável é o uso de plantas nativas da região em que se está implantando o projeto. O uso dessas plantas, além de outros benefícios, garante a manutenção da biodiversidade local e proporciona alimentação própria para a fauna nativa, inclusive para insetos que ajudam no controle das pragas. Essas plantas se adequam mais facilmente ao regime de chuvas da região, diminuindo o consumo de água potável para irrigação.

Em meu blog, comecei uma pesquisa das espécies de plantas nativas do estado do Rio de Janeiro. Não é fácil achar a informação precisa da origem de cada espécie de planta usada em paisagismo, então é um trabalho bem lento, mas que eu adoro fazer.

——————————–
Por Mônica Fischer
Arquiteta e Paisagista
Especialista em Construções Sustentáveis
Consultora GBC Brasil®
Técnica em edificações
adm@arquilog.com.br
(21) 99159-7817

1º Congresso Nacional de Paisagismo Online

evento-conapaDe 21 a 25 de novembro será realizado o primeiro Congresso Nacional de Paisagismo Online.  O evento contará com a participação de 15 palestrantes que compartilharão seus conhecimentos e experiências sobre o que há de mais atual e avançado no paisagismo nacional e internacional. Veja a programação e se inscreva em www.conapa.com.br.

 

Jardins do Rio

evento-jardinsdorioComeça amanhã o Jardins do Rio, encontro dos produtores de plantas ornamentais de Guaratiba com a cidade do Rio e com os cariocas.

No evento será possível conhecer a variedade de plantas cultivadas na região e participar de  palestras  e oficinas nos seus 3 dias de duração, primeiro, 2 e 3 de abril. Ao todo são 18 palestras e 11 oficinas. Para os amantes do Paisagismo Sustentável eu destaco as palestras PRODUÇÃO DE ESPÉCIES NATIVAS COM POTENCIAL PARA USO EM PAISAGISMO, com Paulo Schiavo, na sexta, JARDINS TROPICAIS E OS NOVOS PARADIGMAS DE SEU TRAÇADO, com Raul Cânovas, no sábado e A VEGETAÇÃO NATIVA EM PROJETOS PAISAGÍSTICOS, com Luiz Cancio, no domingo.

O evento conta também com visitas guiadas ao sítio Burle Marx, exposição de plantas, exposição de jardins criados com as plantas dos produtores de Guaratiba, entre outros.

Confira no site do evento em http://jardinsdorio.rio/atracoes.php

Floração do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Amherstia nobilisDescobri um trabalho muito legal da paisagista e também diretora da Associação de Amigos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Cecília Beatriz da Veiga Soares: todo mês ela e o fotógrafo João Quental percorrem durante uma manhã o arboreto do Jardim Botânico para localizar, identificar e registrar a floração do Jardim. O resultado pode ser comprovado no mapa da floração, vendido na associação e na página http://www.amigosjb.org.br/categoria/floracao/.

Blog Árvores Cariocas

banner-arvores-cariocasNas minhas pesquisas sobre vegetação nativa da cidade do Rio de Janeiro achei um blog muito legal! Ele trata das Árvores Cariocas: as nativas e as exóticas de uma forma quase poética! Não é a toa… a autora do blog, Ivete Farah, também é autora do livro Poética das Árvores Urbanas, publicado em 2008 pela Mauad/Faperj.
http://arvorescariocas.blogspot.com.br/

Post do blog “Árvores de São Paulo”

Recebi um email hoje com o novo post “A fragilidade da metrópole perante o verde” do blog “Árvores de São Paulo” de Ricardo Cardim.

Você conhece o Ricardo Cardim? Ele é Botânico e ambientalista em São Paulo e apresenta um programa na Rádio Estadão, sobre Natureza Urbana, árvores centenárias, espaços verdes públicos e dá dicas para cuidar da natureza em casa além de escrever o blog citado.

No post, Ricardo comenta sobre a fragilidade da cidade frente a força da Natureza na retomada de seus espaços abandonados.
Veja em: http://arvoresdesaopaulo.wordpress.com/2014/04/28/a-fragilidade-da-metropole-perante-o-verde/

No fim do artigo, existe um link para um vídeo em que Ricardo mostra locais da metrópole de São Paulo em que a natureza ressurge em meio ao concreto num fenômeno conhecido como secessão ecológica.

Veja o vídeo em http://veja.abril.com.br/multimidia/video/sp-flora-reconquista-seu-espaco

Escute alguns áudios da coluna de Ricardo na rádio Estadão em http://radio.estadao.com.br/busca/ricardo%20cardim