Artigos sobre desenho em CAD

Esses são os artigos sobre AutoCAD do Arquilog. Então aqui você encontra muita informação para se manter atualizado sobre o programa. Também encontrará alguns tutoriais escritos pela autora do Arquilog, para ajudá-lo com questões corriqueiras do programa.

Para conhecer os Blocos Dinâmicos para AutoCAD do Arquilog, visite a Loja do Arquilog.

Você está em:

Dica rápida para o CAD | Teste de impressão de escalas de linhas

Aqui vai uma super dica para impressão de escalas de linhas no CAD:

Impressão de escalas de linhas no cad Use paper space units for scaling off

Quando eu altero as escalas das linhas (ltscale) de acordo com diversas escalas de desenho no model, eu NÃO preciso marcar o “Use paper space units for scaling (comando linetype).

VANTAGENS: Eu consigo enxergar o tracejado das linhas no model, quando trabalho com escalas muito pequenas.

DESVANTAGENS: Se eu precisar alterar as escalas das linhas, terei que alterar uma por uma.

Impressão de escalas de linhas no cad Use paper space units for scaling on

Quando eu NÃO altero as escalas das linhas (ltscale) nas diversas escalas de desenho no model, eu preciso marcar o “Use paper space units for scaling (comando linetype).

VANTAGENS: Se eu precisar alterar as escalas das linhas, eu altero de uma única vez no comando LTSCALE. Outra vantagem é que funciona melhor quando eu preciso imprimir o mesmo desenho do model em várias escalas no paper (layout), pois mantém os tracejados com o mesmo espaçamento em todas as escalas impressas.

DESVANTAGENS: Eu não consigo enxergar o tracejado das linhas no model, quando trabalho com escalas muito pequenas.

Se eu não quiser alterar as escalas das HACHURAS a cada escala que eu trabalho no model, eu preciso usar hachuras anotativas. Mas isso é assunto para outro post.

Como criar um novo comando no autoCAD | Cor Byblock

Eu estou sempre criando botões no meu CAD. Como não trabalho com LISP, é a minha forma de automatizar algumas tarefas.

Dessa vez, precisei de um botão que convertesse o objeto pré-selecionado para a cor by block, pois precisava converter centenas de objetos em várias seleções. Como executar a tarefa com poucos cliques? Criando um botão!

Digitei CUI e pressionei <enter>. Entrei no Customize User Interface.

Cliquei na estrela com asterisco, no quadro inferior da esquerda, como indicado em verde na figura abaixo:

Customize user interface

Apareceram à direita dois quadros, um para eu escolher uma imagem para meu botão e o outro para eu digitar os passos do novo comando.

No quadro Buttom Image, escolhi um ícone para o camando

No quadro Properties:

– em name, digitei o nome do meu comando, Cor Byblock

– em description, escrevi uma descrição breve do que o comando faz: Altera as cores dos objetos pré selecionados para byblock

– em macro, digitei _Change;Properties;Color;byblock;;

Fechei os quadros no OK.

Incluí o comando na minha Tool Pallete de comandos, como ensinei no artigo https://www.arquilog.com.br/autocad-tool-palettes-criando-comandos-personalizados/.

Pronto! Testei e funcionou!

Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD do AsBEA

O Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD do AsBEA estabelece uma padronização para nomes de layers, diretórios e nomes de arquivos para projetos em CAD, baseada nos modelos de normas Americanas / Canadenses (AIA, CSI, NBSI) e Européias (ISO).

Apesar de ter sido elaborado em 2002, o manual ainda fornece uma boa referência para a padronização e integração entre os desenhos em CAD, agilizando e aumentando a confiabilidade do processo de troca de informação entre escritórios de projetos

O Manual de Intercambialidade de Projetos em CAD pode ser baixado gratuitamente no site da AsBEA aqui.

Aqui no Arquilog você encontra dois templates de layers de arquitetura para programas CAD, sendo um deles baseado no Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD do AsBEA. Conheça-os aqui.

Começando um CAD novo

Toda vez que tenho que instalar uma nova versão do AutoCAD, eu gelo porque meu CAD é todo customizado!
Então criei um roteiro das coisas mais importantes para acertar antes de começar a usar a nova versão, nesse caso a versão 2014.

Leia! Comente! Compartilhe!

1) Para ativar o menu superior (file, edit, view, etc) digite menubar <enter> 1 <enter>

2) Customizar o mouse > tools > options > User preferences > Right click customization
autocad-novo-001

Continue lendo Começando um CAD novo

AsBEA permite download gratuito do Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD

A AsBEA, desenvolveu um manual que estabelece uma padronização de layers, diretórios, arquivos, além da definição de responsabilidades entre todas as atividades de projetos, calcado nos modelos de normas Americanas / Canadenses (AIA, CSI, NBSI) e Européias (ISO), tendo como objetivo a médio prazo transformá-los em normas aprovadas na ABNT.

Essa padronização permite uma melhor integração entre escritórios de projetos, agilizando e aumentando a confiabilidade do processo de troca de informação.

O Manual de Intercambialidade de Projetos em CAD agora pode ser baixado gratuitamente no site da AsBEA aqui.

Imprimir no CAD

A primeira coisa que você deve saber sobre os programas de CAD: eles trabalham com duas grandes áreas:

o ‘model space’ (modelo) e o ‘paper space’ (layout ou sheet).

Você pode observar isso olhando as guias na parte debaixo do programa.

Ao clicar nas guias, você alterna entre os dois espaços.

No exemplo acima, existem 2 ‘paper space’s’, e você pode criar quantos você quiser, mas somente haverá um model space.

O model space é onde desenhamos tudo sobre nosso projeto: linhas, objetos, textos, cotas, etc.

Nós que definimos no model space se uma unidade de desenho será igual a 1 milímetro ou 1 centímetro ou 1 metro.

Geralmente em desenhos de arquitetura, 1 unidade no model é igual a 1 metro do “objeto real” e em desenhos de mecânica, 1 unidade no model é igual a 1 milímetro do “objeto real”.

No paper space, a coisa é um pouco diferente: O programa adota o milímetro  como padrão. O paper space é onde desenhamos nossa prancha (ou papel).

Você pode até desenhar uma prancha no paper em metro, por exemplo um A4: 0,21 x 0,297, mas fica mais fácil na hora de colocar a escala para impressão se você desenhar o A4 em milímetros: 210×297.

continue lendo