Anuidade do CAU 2021

ATENÇÃO: O CAU SUSPENDEU O REAJUSTE DA ANUIDADE PARA 2021. PORTANTO OS VALORES INTEGRAIS DAS TAXAS DEVIDAS AO CAU VOLTAM A SER OS MESMOS DE 2020.

Até o dia 14 de janeiro de 2021, o CAU não havia oferecido nenhuma redução de valor ou isenção de reajuste, desconsiderando a retração econômica no país causada pela pandemia do COVID.

No dia 15 de janeiro, no entanto, atendendo ao clamor da classe (palavras da nova presidente do CAU, Nadia Somekh), o reajuste de 5,2% que tinha elevado a anuidade para R$601,12 foi cancelado. A anuidade do CAU para 2021 voltou a ser a mesma de 2020, ou seja, R$ 571,41.

As novidades em termos de descontos e prazos de pagamento permaneceram.

Valores da Anuidade para 2021
 Anuidade: R$ 571,41*. Esse valor pode ser pago a vista (com desconto de 10% ate 31/01/21, 5% até 28/02/21 ou 0% até 31/03/21) ou parcelado.
Anuidade para profissionais com até 2 anos ou mais de 30 anos de formados com 50% de desconto: R$ 285,71*. Esse valor pode ser pago a vista (com desconto de 10% ate 31/01/21, 5% até 28/02/21 ou 0% até 31/03/21) ou parcelado.
Anuidade para profissionais com 2 a 3 anos de formados com 30% de desconto: R$399,99*. Esse valor pode ser pago somente a vista, com desconto de 10% em janeiro, 5% em fevereiro ou 0% até 31/03/21.
Anuidade para profissionais com 3 a 4 anos de formados com 20% de desconto: R$457,13*. Esse valor pode ser pago somente a vista, com desconto de 10% em janeiro ou 5% em fevereiro ou 0% até 31/03/21.
Anuidade para profissionais com 4 a 5 anos de formados com 10% de desconto: R$514,27*. Esse valor pode ser pago somente a vista, com desconto de 10% em janeiro ou 5% em fevereiro ou 0% até 31/03/21.
Profissionais com mais de 40 anos de contribuição (incluindo o tempo no CREA) estão isentos de pagar a anuidade.
Registro de Responsabilidade Técnica (RRT): R$97,95*
Certidão de Acervo Técnico com Atestado (CAT-A): R$ 97,95*
Registro de Direito Autoral: R$ 195,90*
Taxa de emissão de carteira de identificação profissional definitiva: R$64,23*
Taxa de emissão de carteira de identificação profissional provisória: R$26,76*
Continue lendo Anuidade do CAU 2021

Entenda as escalas das linhas tracejadas no CAD

Aqui vai uma super dica para impressão de escalas de linhas no CAD:

Se eu ALTERO as escalas das linhas (LTSCALE) de acordo com as escalas de desenho no MODEL, eu NÃO preciso marcar o “USE PAPER SPACE UNITS FOR SCALING do quadro LINETYPE MANAGER (comando LINETYPE).

Observe na figura abaixo. Cada retângulo representa uma VIEWPORT no LAYOUT.

O primeiro está na escala 1/100
O segundo está na escala 1/50
O terceiro está na escala 1/25

Cada quadro tem 2 conjuntos de linhas tracejadas

As de cima estão com 1 na LINETYPE SCALE
As de baixo estão com a LINETYPE SCALE da escala do desenho no MODEL

Impressão de escalas de linhas no cad Use paper space units for scaling off

VANTAGENS: Eu consigo enxergar o tracejado das linhas no model.

DESVANTAGENS: Se eu precisar alterar as escalas das linhas, terei que alterar uma por uma.

Se eu NÃO altero as escalas das linhas (LTSCALE) nas escalas de desenho no model, eu preciso marcar o “Use paper space units for scaling do quadro Linetype Manager (comando linetype).

Impressão de escalas de linhas no cad Use paper space units for scaling on

VANTAGENS: Se eu precisar alterar as escalas das linhas, eu altero de uma única vez no comando LTSCALE. Outra vantagem é que funciona melhor quando eu preciso imprimir o mesmo desenho do model em várias escalas no paper (layout), pois mantém os tracejados com o mesmo espaçamento em todas as escalas impressas.

DESVANTAGENS: Eu não consigo enxergar o tracejado das linhas no model, quando trabalho com escalas muito pequenas.

Se eu não quiser alterar as escalas das HACHURAS a cada escala que eu trabalho no model, eu preciso usar hachuras anotativas. Mas isso é assunto para outro post.

Como criar um novo comando no autoCAD | Cor Byblock

Eu estou sempre criando botões no meu CAD. Como não trabalho com LISP, é a minha forma de automatizar algumas tarefas.

Dessa vez, precisei de um botão que convertesse o objeto pré-selecionado para a cor by block, pois precisava converter centenas de objetos em várias seleções. Como executar a tarefa com poucos cliques? Criando um botão!

Digitei CUI e pressionei <enter>. Entrei no Customize User Interface.

Cliquei na estrela com asterisco, no quadro inferior da esquerda, como indicado em verde na figura abaixo:

Customize user interface

Apareceram à direita dois quadros, um para eu escolher uma imagem para meu botão e o outro para eu digitar os passos do novo comando.

No quadro Buttom Image, escolhi um ícone para o camando

No quadro Properties:

– em name, digitei o nome do meu comando, Cor Byblock

– em description, escrevi uma descrição breve do que o comando faz: Altera as cores dos objetos pré selecionados para byblock

– em macro, digitei _Change;Properties;Color;byblock;;

Fechei os quadros no OK.

Incluí o comando na minha Tool Pallete de comandos, como ensinei no artigo https://www.arquilog.com.br/autocad-tool-palettes-criando-comandos-personalizados/.

Pronto! Testei e funcionou!

Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD do AsBEA

O Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD do AsBEA estabelece uma padronização para nomes de layers, diretórios e nomes de arquivos para projetos em CAD, baseada nos modelos de normas Americanas / Canadenses (AIA, CSI, NBSI) e Européias (ISO).

Apesar de ter sido elaborado em 2002, o manual ainda fornece uma boa referência para a padronização e integração entre os desenhos em CAD, agilizando e aumentando a confiabilidade do processo de troca de informação entre escritórios de projetos

O Manual de Intercambialidade de Projetos em CAD pode ser baixado gratuitamente no site da AsBEA aqui.

Aqui no Arquilog você encontra dois templates de layers de arquitetura para programas CAD, sendo um deles baseado no Manual de Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD do AsBEA. Conheça-os aqui.

Serviços para o Autocad

Você precisa de ajuda para organizar seus projetos no AutoCAD? Conheça os serviços do Arquilog! Organização de templates, criação de carimbos personalizados, criação de blocos dinâmicos e muito mais.

Um template organizado trás agilidade, rapidez e padronização ao seu escritório. Você faz um pequeno investimento e ganha muito no orçamento e qualidade dos seus projetos!

Blocos dinâmicos possuem flexibilidade e inteligência. Pode-se manipular a geometria do bloco dinâmico através de grips, e com pouco cliques adaptar um mesmo bloco a diversas necessidades

Visite a página https://www.arquilog.com.br/servicos-de-criacao/.

Download de blocos dinâmicos do autocad no arquilog

Download de blocos dinâmicos do autocad

Você conhece a Loja de download de blocos dinâmicos do Autocad no Arquilog?

Blocos dinâmicos são maravilhosos! São fáceis de usar e nos ajuda a ganhar muito tempo durante o processo de desenho do nosso projeto!

Na foto acima, o bloco da esquerda se transforma no da direita com pouquíssimos cliques! Imagine a redução do custo e o aumento da qualidade do projeto?

Então, quer agilizar seus projetos no AutoCAD?

Visite a loja e colecione os blocos dinâmicos do Arquilog! Só de banheiros como o acima, são 5 blocos!

Continue lendo Download de blocos dinâmicos do autocad no arquilog

lançamento de BLOCOS DINÂMICOS :: dispensers para banheiros e copas

Tem bloco novo no Arquilog!

Para conhecer os novos blocos dinâmicos dos Dispensers para banheiros e copas do Arquilog, navegue pelo menu lateral esquerdo do site, clicando em Dispensers. Você também pode baixar gratuitamente o catálogo com a explicação de cada um desses novos blocos, preenchendo o formulário do menu superior direito. Você receberá um email com os links para download dos catálogos disponíveis de Blocos dinâmicos do Arquilog.

Super lançamento de BLOCOS DINÂMICOS :: MICTÓRIOS Deca

Tem bloco novo no Arquilog!

Conheça a nova série de blocos dinâmicos de mictórios da Deca: Ao todo são 10 blocos dinâmicos de louças e 3 de metais!

Experimente! Os blocos de metais são de download gratuito.

Acrescentei nos blocos de louça, uma vista chamada esquema vertical. Essa vista indica as alturas dos pontos de água e esgoto das peças e pode ser colocado a parte na prancha para facilitar o entendimento do projeto. Aos poucos outros blocos do site irão ganhar essa vista também.

Todos os blocos foram confeccionados à partir de arquivos oficiais baixados do www.deca.com.br.

Modelos das louças de mictórios: M711, M712, M713, M714, M715, M716, M718, M719, M721 e ML720.

Modelos dos metais de mictórios: 1176CML, 2570C, 2572C e 2573C, 2580ebr, 2583ebr e 2780C.

Para conhecer os blocos, clique em cada um dos nomes dos modelos acima. Para adquirir o COMBO com todas as peças, clique aqui.

E olha que legal: fiz um catálogo com a explicação de cada um desses novos blocos! Para baixar gratuitamente esse catálogo, basta preencher o formulário do menu superior direito do site e você receberá um email com o link do download!

Como obter as folhas cadastrais da cidade do Rio de Janeiro no site da prefeitura

Você sabia que a prefeitura disponibiliza as folhas cadastrais da cidade do Rio de Janeiro em arquivos PDF ou WMF para download gratuito?

Para acessá-las siga  o procedimento abaixo:

Visite o Mapa Digital de Cartografia da cidade em http://pcrj.maps.arcgis.com/apps/webappviewer/index.html?id=1104378b365844469540bea9482e8b6b

Aguarde o carregamento da camada quadriculada, que é o limite entre uma folha e outra:

Continue lendo Como obter as folhas cadastrais da cidade do Rio de Janeiro no site da prefeitura

Contribuições das Certificações Ambientais à AGENDA 2030 – artigo que escrevi para o Blog do GBC Brasil

As conferências da ONU sobre as questões ambientais, produziram durante as últimas décadas, documentos importantes com orientações e recomendações a serem seguidas pelas organizações dos países-membros, em todas as áreas onde os impactos humanos prejudicam o meio ambiente. Documentos como Nosso futuro comum (1987), Agenda 21 (1992), Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (2002) e O futuro que queremos (2012) apresentavam uma agenda global de mudanças para o desenvolvimento sustentável, como uma forma de diminuir a destruição de recursos naturais insubstituíveis e a poluição do planeta.

Mais recentemente, em 2015, o Fórum Político de Alto Nível sobre desenvolvimento Sustentável da ONU elaborou o documento Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Nesse artigo que escrevi para o Blog do GBC Brasil, exploro o quanto as certificações ambientais de edificações, podem contribuir com os objetivos da agenda.

Translate »